terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Quanto ganha um Analista-Tributário da Receita


Salário de um analista-tributário da Receita Federal do Brasil

Um Analista-Tributário que acabou de ser aprovado em um Concurso Público para a Receita Federal recebe um salário de R$ 7.996,07 podendo chegar a R$ 11.595,00 depois de alguns alguns anos de Carreira na Receita Federal. Veja a tabela abaixo:
VALOR DO SUBSÍDIO
CLASSEPADRÃO
IV11.595,00
ESPECIALIII11.181,37
II10.962,13
I10.747,19
IV10.333,83
BIII9.936,38
II9.554,21
I9.186,74
V8.833,40
IV8.660,20
AIII8.490,39
II8.323,91
I7.996,07

Importância da Receita Federal do Brasil

A arrecadação tributária federal é atribuição da Secretaria da Receita Federal do Brasil. A Secretaria da Receita Federal do Brasil é um órgão subordinado ao Ministério da Fazenda e exerce funções essenciais para que a República Federativa do Brasil possa cumprir seus objetivos.
A Secretaria da Receita Federal do Brasil é a responsável pela administração dos tributos de competência da União, como os impostos, taxas e contribuições sociais, inclusive os de natureza previdenciária, e aqueles tributos incidentes sobre o comércio exterior. A Secretaria da Receita Federal do Brasil também auxilia o Poder Executivo Federal na formulação da política tributária brasileira, além de trabalhar para prevenir e combater a sonegação fiscal, o contrabando, o descaminho, a pirataria e demais ilícitos relacionados ao comércio internacional.

Função da Receita Federal

Assim, a Receita Federal do Brasil possui as seguintes atribuições: administração dos tributos internos e do comércio exterior; gestão e execução das atividades de arrecadação, lançamento, cobrança administrativa, fiscalização, pesquisa e investigação fiscal e controle da arrecadação administrada; gestão e execução dos serviços de administração, fiscalização e controle aduaneiro; repressão ao contrabando e descaminho, no limite da sua alçada; preparo e julgamento, em primeira instância, dos processos administrativos de determinação e exigência de créditos tributários da União; interpretação, aplicação e elaboração de propostas para o aperfeiçoamento da legislação tributária e aduaneira federal; subsídio à formulação da política tributária e aduaneira; subsídio à elaboração do orçamento de receitas e benefícios tributários da União; interação com o cidadão por meio dos diversos canais de atendimento, presencial ou a distância; educação fiscal para o exercício da cidadania; formulação e gestão da política de informações econômico-fiscais; promoção da integração com órgãos públicos e privados afins, mediante convênios para permuta de informações, métodos e técnicas de ação fiscal e para a racionalização de atividades, inclusive com a delegação de competência; atuação na cooperação internacional e na negociação e implementação de acordos internacionais em matéria tributária e aduaneira; gestão dos recursos materiais, financeiros, humanos e tecnológicos.
No exercício de suas atividades, a Secretaria da Receita Federal do Brasil utiliza os serviços prestados pelos Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil.

O que faz um Analista-tributário da Receita Federal

O analista-tributário da Receita Federal do Brasil é um servidor público cujo ingresso no cargo se dá mediante concurso público de provas ou de provas e títulos, exigindo-se do candidato grau de instrução de nível superior.
No exercício de suas funções, os ocupantes do cargo de Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil possuem as seguintes atribuições: a) exercer atividades de natureza técnica, acessórias ou preparatórias ao exercício das atribuições privativas dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil; b) atuar no exame de matérias e processos administrativos; c) exercer, em caráter geral e concorrente, as demais atividades inerentes às competências da Secretaria da Receita Federal do Brasil; d) lavrar termo de revelia e de perempção; e) analisar o desempenho e efetuar a previsão da arrecadação; f) analisar pedido de retificação de documento de arrecadação; g) executar atividades pertinentes às áreas de programação e de execução orçamentária e financeira, contabilidade, licitação e contratos, material, patrimônio, recursos humanos e serviços gerais; h) executar atividades na área de informática, inclusive as relativas à prospecção, avaliação, internalização e disseminação de novas tecnologias e metodologias; i) executar procedimentos que garantam a integridade, a segurança e o acesso aos dados e às informações da Secretaria da Receita Federal do Brasil; j) atuar nas auditorias internas das atividades dos sistemas operacionais da Secretaria da Receita Federal do Brasil; e, k) integrar comissão de processo administrativo disciplinar.
O trabalho realizado pelos analistas-tributários é importantíssimo para o progresso do Brasil, razão pela qual eles merecem uma boa remuneração. No Brasil, o analista-tributário da Receita Federal é remunerado por meio de subsídio. O subsídio dos analistas-tributários da Receita Federal do Brasil passou a incorporar os vencimentos, gratificação, adicional e demais vantagem pecuniária individual que o funcionário da carreira de analista-tributário viesse a ter. Portanto, o salário do analista-tributário da Receita Federal do Brasil é pago por meio de subsídio, que é pago em parcela única, não sendo mais composto de vencimento, gratificações, vantagens e outros adicionais, a exemplo de outros funcionários públicos.
Salário de um Analista-Tributário da Receita Federal

Autor do texto: Bruno Castro

Fonte: QUANTO CUSTA - QUANTO GANHA - QUANTO VALE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário